JUBILEU DOS 70 ANOS

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO - JD. PAULISTANO

Pe. Geraldo de Paula Souza, CSSR.
Pároco

A nossa comunidade alegra-se por celebrar os 70 anos de vida no seguimento a Jesus Cristo, Nosso Redentor, abençoados e protegidos por Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.


Tudo começou com a generosidade da família Ferreira da Rosa que em 1941 doou o terreno para a Mitra Arquidiocesana de São Paulo para construir uma Igreja no local. Em 1951, os Padres e Irmãos Redentoristas, a convite do Arcebispo Metropolitano, Dom Carlos de Vasconcelos Motta, assumiram a missão de formar a Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e dar início a construção da Igreja.

No local onde hoje temos o salão paroquial, foi construído uma pequena capela, ampliada mais tarde, para a realização das primeiras celebrações e reuniões sempre com a presença dos Missionários Redentoristas. Após a aprovação do projeto do arquiteto Benedito Calixto, com a colaboração de moradores do bairro, deu-se início a construção da Igreja. Em sete de setembro de 1952 o Arcebispo erigiu através de um decreto a nova Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, nomeando como pároco o Padre Alexandre Rodrigues Morais (Padre Moraizinho) e como vigários paroquiais os padres Aristides Menezes e Osvaldo Arrighi.

Em 1957 o pintor Sansom Flexor, foi convidado para realizar uma “Decoração da Igreja”. Em abril de 1958 ele inicia a pintura “a fresco” sobre reboco fresco. A pintura teve o seu término em 1964. Nas paredes do corpo da Igreja estão figuras da Igreja Caminhante, e do outro lado figuras da Igreja Triunfante, na parede do lado esquerdo do altar a pintura retrata o desespero de uma família na II Guerra Mundial, salva pela intercessão de NS do Perpétuo Socorro, e do outro lado do altar temos a imagem do Purgatório. Já no centro da cúpula da Igreja encontramos a Pintura do ícone de NS do Perpétuo Socorro e as figuras dos Santos Evangelistas e de São João Batista, São José, São Pedro e Santo Afonso. Na entrada da Igreja, temos o Batistério, onde foi retratado o Batismo de Jesus. É uma bela obra de arte.

A sagração do altar se deu no dia 15 de agosto de 1957 pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, Sua Excia. Revma. Dom Antonio Ferreira de Macedo, CSSR. O Livro das Crônicas da Casa do Jardim Paulistano, casa paroquial, nos mostra que: “No sepulcro das relíquias foram postas juntamente com os três grãos de incenso as relíquias dos mártires São Letâncio e São Dignacião e as relíquias de Santo Afonso, são Clemente e São Geraldo.” Em seguida Dom Macedo presidiu a Eucaristia.

Ao longo dos anos, além da Igreja foi levantado o salão paroquial, com o salão de festa, salas para reuniões e palestras. Além de algumas adequações, de acordo com as necessidades da comunidade.

A Igreja existe graças a todos os filhos e filhas de Deus que deram o seu sim para participar e ajudar no seu crescimento. Muitos desses irmãos e irmãs que estiveram conosco no início da comunidade já partiram para Deus, outros perseveram conosco, outros chegaram depois, dando continuidade a vida e missão paroquial, outros virão com a graça de Deus. Além dos Sacramentos realizados em nossa Igreja, Muitas pastorais, movimentos e grupos se organizaram ao longo desses anos, alguns nem existem mais, outros surgiram e outros poderão surgir. Nosso obrigado a todos e todas, pelo amor e dedicação a serviço da Missão em nossa Paróquia. Que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro abençoe a todos.

Dia 27 de junho de 2021, Solenidade de NS do Perpétuo Socorro, demos início às celebrações do Ano Jubilar. Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a Missa de abertura do Jubileu. Nos domingos próximos ao dia 27 estamos celebrando solenemente a vida da nossa Paróquia. Em cada domingo festivo estamos contando com a presença e participação de párocos e vigários paroquiais que nesta paróquia trabalharam. No dia 26 de junho de 2022 iremos encerrar as Celebrações do Ano Jubilar com a Missa que será presidida pelo Pe. Marlos Aurélio da Silva, CSSR., Provincial Redentorista da Província de São Paulo, O grande tema desse Jubileu foi inspirado no Plano Pastoral e Evangelização da Arquidiciose de São Paulo: “Na celebração do Ano Jubilar da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, nossa comunidade estará atenta às urgências da evangelização na cidade”. Louvado seja Deus por tantas bençãos derramadas sobre este pedaço de chão e agradecemos a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro pela sua proteção e intercessão à todos nós.