NSPS

Ícone é o nome dado a uma pintura que é carregada de significados sagrados e leva seu observador à oração. Por isso, um ícone não é apenas um quadro ou uma obra de arte a ser admirada.

O Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro segundo a tradição, surgiu na Ilha de Creta entre os séculos 13 e 17. O quadro representa a Virgem da Paixão com o Menino Jesus nos braços.

Essa imagem mariana foi pintada para animar a esperança e a oração dos cristãos e sua profunda mensagem espiritual transparece em sua beleza artística.

quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro constitui uma pintura bizantina, uma das “Virgens da Paixão”, que destacam o significado da Paixão de Jesus e da intercessão da Mãe de Deus em favor da humanidade.

É muito mais que a lembrança de uma pessoa ou de um fato transcorrido. Recorda-nos as pessoas de Cristo e de Maria no mistério da Redenção. O quadro feito de madeira tem 53 centímetros de altura por 41,5 de largura.

Atualmente, o quadro original encontra-se na Igreja de Santo Afonso, em Roma. É considerado um ícone mariano com rico simbolismo de formas e cores. O Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro é formado por quatro figuras: Nossa Senhora, o Menino Jesus e dois arcanjos.

Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

No quadro, os arcanjos mostram ao Menino Jesus os instrumentos de sua Paixão. Assustado ele corre aos braços da Mãe, e por causa do movimento brusco desamarra a sandália. Maria o acolhe com ternura e lhe transmite segurança.

olhar de Nossa Senhora não se dirige ao Menino, mas a nós. Porém, sua mão direita nos aponta Jesus, o Perpétuo Socorro.

As mãos de Jesus estão nas mãos de Maria. Gesto de confiança do Filho que se apoia na Mãe. Na riqueza de seus símbolos, o ícone bizantino tem ainda muito a revelar.

Todo o quadro é dourado e dele saem reflexos ressaltando as roupas e simbolizando a alegria do céu, para onde caminhamos levados pelo Perpétuo Socorro de Maria. 

Abreviatura de Mãe de Deus

As letras em grego acima da sua cabeça a proclamam Mãe de Deus.

Abreviatura de São Miguel Arcanjo

São Miguel apresenta a lança, a vara com a esponja e o cálice da amargura.

Abreviatura de São Gabriel Arcanjo

São Gabriel segura a cruz e os cravos, instrumentos da morte de Jesus.

Abreviatura de Jesus Cristo

As letras IC XC indicam o nome de Jesus Cristo em grego.

Estrela

A estrela no véu de Maria é a estrela-guia, que nos conduz como conduziu os reis magos, ao encontro com Jesus. Que nos guia no mar da vida até o porto da salvação.

Olhos de Maria

Os grandes Olhos de Maria, voltados sempre para nós, a fim de acolher-nos e ver todas as nossas necessidades.

Boca de Maria

A Boca de Maria guarda o silêncio. Ela que falava pouco, mais comunica muito a partir do seu olhar sereno. Guarda tudo em seu coração.

Túnica Vermelha

A Túnica Vermelha distinguia as virgens do tempo de Nossa Senhora. Sinal de pureza, mas também da força da fé.

Centro do Ícone

Maria, ao mesmo tempo que nos acolhe com o seu olhar, com a mão aberta nos indica Jesus Cristo como nosso Redentor, nosso Perpétuo Socorro.

Mão direita de Maria

As Mãos de Jesus apoiadas nas mãos de Maria, significando confiança total e que por ela nos vêm todas as graças.

Mão esquerda de Maria

A mão esquerda de Maria sustenta Jesus. A mão que apoia, acolhe e protege aqueles que, nos sustos da vida, correm para os braços da Mãe.

Manto Azul

Manto Azul referência das mães daquela época. Maria é a Virgem-Mãe de Deus.

Sandália Desatada

A sandália desatada - símbolo talvez de um pecador preso ainda a Jesus por um fio - o último - a devoção a Nossa Senhora. Nos desesperos da vida, assustados pelas dificuldades e medos, corremos o risco de perder-nos. Mas resta ainda um fio que nos une à salvação.

( 1 ) Em grego, estas abreviações posicionadas à esquerda e à direita do quadro significam “Mãe de Deus”.
( 2 ) O quadro original foi coroado em 1867.
( 3 ) A estrela, quando associada a Nossa Senhora, significa que Maria é nossa guia até Jesus, conduzindo-nos pelo mar da vida até o porto da salvação.
( 4 ) Abreviação do Arcanjo São Miguel.
( 5 ) O Arcanjo São Miguel apresenta a lança com que foi perfurado o lado de Cristo, a vara com a esponja embebida em vinagre oferecida a Cristo na Cruz para que bebesse, e o cálice da amargura.
( 6 ) A boca de Nossa Senhora guarda silêncio.
( 7 ) A túnica é vermelha, cor da realeza e do martírio.
( 8 ) O Menino Jesus segura as mãos de Maria, que permanecem abertas como convite a colocarmos ali as nossas próprias mãos, unindo-nos a Jesus; e os dedos de Nossa Senhora apontam para o Filho, mostrando que Ele é o Caminho.
( 9 ) Abreviação do Arcanjo São Gabriel.
( 10 ) Maria olha diretamente para nós.
( 11 ) São Gabriel com a Cruz e os pregos.
( 12 ) Abreviatura de Jesus Cristo em grego.
( 13 ) Jesus veste roupas da realeza. O halo ornado com uma cruz proclama que Ele é o Cristo.
( 14 ) A mão esquerda de Maria sustenta Jesus: a mão do consolo que ela estende a todos os que a procuram nas lutas da vida.
( 15 ) A sandália desatada simboliza a humildade de Nosso Senhor Jesus Cristo e a esperança de um pecador que, agarrando-se a Jesus, vai em busca da Sua misericórdia. O Menino levanta o pé para não deixar a sandália cair, visando assim salvar o pecador.
( 16 ) O manto azul com forro verde sobre a túnica vermelha também apresenta cores da realeza. Somente a imperatriz podia usar essas combinações de cores na tradição bizantina. O azul, além disso, era ainda o emblema das mães.
( 17 ) Por fim, todo o fundo dourado destaca a importância de Maria: é símbolo de poder e nobreza, bem como da glória do Paraíso para onde iremos, levados pelo Perpétuo Socorro da Santíssima Mãe de Deus e Mãe nossa.