- Paróquia Perpétuo Socorro - https://paroquiaperpetuosocorro.net -

Consternado, Bispo expressa pesar após tiroteio deixar mortos e feridos em escola de Suzano

Dois adolescentes encapuzados e armados invadiram uma escola em Suzano (SP), na manhã de quarta-feira, 13 de março, mataram oito pessoas e deixaram dezenas de feridos. Ao saber da notícia, o Bispo de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini, se disse “consternado” e expressou seu pesar.

O ataque ocorreu por volta das 9h30, quando os dois adolescentes invadiram a Escola Estadual Raul Brasil e, após o atentado, eles se mataram. Segundo testemunhas, um deles portava uma arma de fogo e outro, uma faca.

De acordo com a imprensa, quatro das vítimas que morreram no local eram alunos da escola e duas funcionárias. Outros dois adolescentes que foram socorridos faleceram no hospital.

O motivo do ataque ainda é desconhecido. Além disso, segundo a polícia, antes do atentado, um homem foi baleado em uma loja de veículos na região. Entretanto, não foi confirmado ainda se há relação entre os dois casos.

Em nota divulgada após o ocorrido, a Diocese de Mogi das Cruzes informou que o Bispo diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, “consternado ao receber as notícias a respeito do atentado aos alunos da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, transmite seu pesar, com expressões de proximidade e conforto, aos familiares dos alunos do colégio, e principalmente, daqueles que choram a perda de seus entes queridos pedindo a Deus para que derrame sobre cada um deles os dons da serenidade espiritual e da esperança cristã, pois, nossa fé se fundamenta nas promessas e na vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo”.

“Enquanto Diocese – continua o texto –, todo o clero e fiéis leigos, unimo-nos em oração pelos atingidos neste brutal ataque à Escola Raul Brasil, nas preces pelos falecidos, inclusive pelos autores deste triste ocorrido, pedindo a Deus que os acolha na Sua misericórdia e pela recuperação dos que foram atingidos”.

Por fim, manifesta que, “como filhos do príncipe da Paz, repudiamos qualquer ato de violência, e pedimos a Deus a graça de sermos promotores da paz em nosso país e no mundo”.

“Com uma saudação fraterna e dolorosa, nós nos unimos a todos”, conclui a nota de pesar assina por Dom Pedro Stringhini e pelo Vigário Geral, Pe. Antônio Robson Gonçalves.

Via ACI Digital