O afresco

O conjunto das pinturas murais da igreja mede cerca de 300 metros quadrados e contém 196 personagens. O afresco foi concebido em função da devoção à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro como medianeira e fonte inesgotável de auxílio e socorro.

A pintura interna retrata a riqueza do Ministério da Igreja Padecente, cujos olhares fixos e esperançosos se dirigem para a àbside do presbitério, onde a Mãe do Perpétuo Socorro, ladeada pelos evangelistas e santos padroeiros, acolhe a todos os que a ela recorrem, como no milagre de Cebu, nas Filipinas, onde uma família viu-se protegida de um incêndio.

O afresco é obra de um famoso pintor romeno-franco-brasileiro chamado Samson Flexor, concretizada entre 1957 e 1964, e que constitui uma das mais belas e expressivas obras de arte contemporânea de São Paulo.